Agronegócio

09/08/2017 17:46

Fazendeiro queimou 60% do corpo para salvar trator de megaincêndio

​O produtor rural Edmilson Vincensi que sofreu queimaduras em 60% do corpo durante a explosão de um trator na tarde de ontem, terça-feira (8), está na CTI (Centro de Tratamento Intensivo) da Santa Casa de Campo Grande, onde aguarda estabilização. O acidente ocorreu em Maracaju, a 162 km de Campo Grande, quando a vítima tentava ‘salvar’ veículo de um incêndio na propriedade.

Conforme a assessoria de imprensa do hospital, além da parte externa do corpo, Edmilson sofreu queimaduras nas vias aéreas devido a inalação de fumaça. Os primeiros três dias de internação são, principalmente, para a estabilização do paciente. Passado este prazo, a equipe médica dá início aos trabalhos de enxerto, se necessário, exames de raio-X e demais procedimentos.

Acidente

Em princípio, o produtor rural teria sofrido queimaduras em 80% do corpo na tarde de ontem, terça-feira (08), em Maracaju. A cidade registrou incêndios de grandes proporções e todos os incêndios foram combatidos pelo Corpo de Bombeiros com auxílio de aeronaves particulares.

O primeiro ocorreu na Fazenda Camponesa, com sede administrativa localizada a cerca de 20 km do perímetro urbano da cidade. Segundo o site Maracaju Hoje, por volta das 14h, o incêndio mais grave foi registrado na Fazenda Noroeste, na saída para Campo Grande.

As chamas teriam se iniciado no lixão da cidade e atingido a propriedade onde a explosão ocorreu. A vítima sofreu as queimaduras pelo corpo quando tentou retirar um trator do meio do incêndio. O veículo estava em chamas e explodiu, quando foi conduzido por Edmilson.

Devido à gravidade do estado de saúde foi transferido ao Hospital Municipal de Maracaju e depois para Campo Grande.

Os bombeiros foram acionados por causa de chamas que destruíam pastagens e plantações de milho em uma propriedade próxima à Fundação MS e ao bairro Egydio Ribeiro.

Neste incêndio, os bombeiros tiveram ajuda de aviões agrícolas para resfriar as áreas atingidas pelo fogo. Os aviões foram fornecidos por empresas locais com apoio de empresários e do Sindicato Rural que forneceram combustível para as aeronaves lançarem água sobre as chamas.

Em seguida ao controle no incêndio no Egydio Ribeiro o fogo se alastrou nas terras da Aldeia Indígena Sucuri’y, acima da ponte sobre o Rio Cachoeirão, a cerca de 6 km da sede do município, na região da Fazenda Alegria.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo