Agronegócio

01/03/2018 15:34 OLHAR DIRETO

Cuiabá estreita relações com a China

Projetar Cuiabá para o mundo, fortalecendo a cultura local, à medida que investe em tecnologias avançadas e intercâmbios dos mais diversos, foi o grande objetivo do encontro entre o prefeito Emanuel Pinheiro e o embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da China no Brasil, Li Jinzhang, nesta quarta-feira (28). A reunião, que foi intermediada pelo senador Wellington Fagundes e contou com a presença do secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, foi marcada pelo estreitamento dos laços institucionais entre Cuiabá e o país asiático.

Na ocasião, o chefe do Executivo e o representante da República Popular dialogaram sobre a consolidação de parcerias, com a constituição de um vínculo internacional entre Cuiabá e a China, através do acordo de cidades-irmãs. “Tivemos uma reunião extremamente produtiva, onde pudemos pensar em formas de aproximar nossa Capital deste grande emergente, cuja economia é uma das mais pulsantes e poderosas do mundo na atualidade. Este país possui um potencial gigantesco e tem uma relação extremamente positiva com o Brasil, que atravessa as décadas. Desde 1986 a China tem acordos de cidades-irmãs aqui, permitindo que um forte canal de comunicação e cooperação entre os governos locais de ambos os territórios seja estabelecido. E através desta dinâmica, poderemos trabalhar unidos em diversas áreas, abrangendo desde a cultura até a tecnologia avançada. É uma oportunidade valiosa de projetarmos o exponencial crescimento da nossa terra para o mundo, fazendo com que chineses e cuiabanos trabalhem em uníssono, promovendo o progresso através do investimento em tecnologia de alta performance, cultura, turismo e agronegócio”, afirmou Pinheiro.

Preparar Cuiabá para o seu tricentenário implica em pensar na cidade de maneira global e em sua aptidão para cativar investimentos de outros países. Seguindo os moldes do fortalecimento de relações adotado nos encontros passados com outras instituições de parâmetros mundiais, como a Organização das Nações Unidas (ONU), a Câmara do Comércio Brasil - EUA, bem como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o prefeito Emanuel Pinheiro salientou a importância de avistar os tempos vindouros como uma nova era. Ele pontuou a necessidade de pensar - de maneira prática - na cidade do futuro, onde a prestação de serviços ao cidadão é conduzida com excelência máxima - a partir da aplicação na infraestrutura da Capital e nas demais áreas fundamentais como educação, saúde pública, assistência social e o fomento da economia através do turismo de negócios.

“Os 300 anos já se anunciam e Cuiabá anseia e merece ser aquela cidade que não mais vive à margem, testemunhando grandes revoluções por uma perspectiva distante. Há tanto para se fazer na nossa cidade e estreitamentos de vínculos como estes são fundamentais. A China possui um modelo de crescimento vertiginoso admirável, além de  ser um grande consumidor dos produtos produzidos no Brasil há muitos anos, mantendo fortes relações no campo do agronegócio. Esta é uma das fortalezas do Mato Grosso e nossa terra, como a grande Capital, é estabelecida como a porta de entrada, aquela que reúne o maior potencial de expansão e que contribui diretamente para o desenvolvimento dos demais municípios. E com o acordo de cidades-irmãs já tão consolidado entre a República e 27 cidades do nosso país, é fundamental que nossa cidade também entre para essa estatística, participando deste processo de evolução que vai atingir um leque muito vasto. Queremos promover este intercâmbio tão rico, firmando mudanças significativas que vão alavancar nossa economia, à medida que também alcança outras nações, recepcionando povos de diversos cantos, que desejam fazer de Cuiabá sua segunda casa, além de um novo pólo de investimento”, concluiu.  


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo