Agronegócio

02/03/2018 16:02 Prefeitura Cuiabá

Ações do “Verde Novo” iniciam neste sábado e serão ampliadas para as escolas municipais

A Prefeitura de Cuiabá, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), representado pelo Juizado Volante Ambiental (Juvam), e  o Instituto Ação Verde, realizam neste sábado (03) a primeira ação do projeto “Verde Novo – 300 mil árvores, Cuiabá 300 anos”. Na última segunda-feira (26), em reunião ocorrida no Palácio Alencastro, as instituições envolvidas definiram como ponto de partida da iniciativa a avenida (ainda sem nome) situada entre a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e o Shopping Center da região, no bairro Jardim das Américas.

A ação deste sábado está marcada para ter início às 8h e será desenvolvida com a expectativa de que pelo menos 400 mudas de árvores sejam plantadas na área escolhida. Além disso, o plano de atuação também contará com colaboração de voluntários do grupo Teoria Verde, que auxiliarão na execução da limpeza do espaço e ainda na distribuição de pelo menos 1.000 mudas nativas para a população cuiabana.

Idealizado pelo Poder Judiciário, o “Verde Novo – 300 mil árvores, Cuiabá 300 anos” conta com um Termo de Cooperação Técnica assinado, em dezembro de 2017, entre as três entidades, com o objetivo de potencializar as práticas de arborização, devolvendo para a capital mato-grossense o histórico título de “Cidade Verde”. Para isso, o Município, o TJ-MT, e o Ação Verde optaram por unir seus esforços em torno de uma meta em comum: o plantio de 300 mil árvores em comemoração aos 300 anos de Cuiabá. 

“Podemos dizer que esse será o pontapé inicial de uma prática que irá cair no gosto da população. A intenção maior é devolver para a nossa Cuiabá dos 300 anos o merecido título de ‘Cidade Verde” e, com a construção dessa parceria, com todos buscando um benefício comum, não tenho dúvidas de que os objetivos serão alcançados. Desde o início da nossa gestão estamos trabalhando em prol do desenvolvimento sustentável da cidade. Dentro desse conceito, o Verde Novo vem para ser mais uma fundamental ferramenta na preservação ambiental”, comenta o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

Plantio nas escolas

Outro importante ato decidido pela equipe multidisciplinar foi a inclusão das unidades educacionais municipais dentro do cronograma de áreas propicias para receber o plantio de árvores. Tomando como base os estudos realizados pelos órgãos e institutos envolvidos, onde as regiões com possibilidades de acolher as ações são mapeadas, o grupo definiu que a atividade de arborização nas escolas municipais irá contemplar inicialmente a regional Norte da Capital.

Seguindo a premissa do projeto de, não somente efetuar o plantio, mas também encontrar meios que reforcem os trabalhos de conscientização ambiental já executados pelos envolvidos no Verde Novo, a ideia é que nessa etapa a iniciativa caminhe junto com os planos pedagógicos de cada uma das unidades educacionais beneficiadas. Para isso, uma nova reunião foi agendada para a próxima segunda-feira (02), no intuito de estabelecer as primeiras escolas a receberem o projeto.

“Essa é uma iniciativa que nos chamou a atenção por três principais aspectos. O primeiro deles é fato de ser uma ação em conjunto, onde três entidades decidiram unir seus esforços para maximizar uma medida que ambas já realizam. O segundo é a oportunidade de trabalhar o reflorestamento da nossa Capital. Por último, o projeto também nos oferece a chance de potencializar a preservação ambiental, através de um trabalho de transformação dessas ações em questões pedagógicas a serem trabalhadas em sala de aula”, finaliza o assessor pedagógico da Secretaria Municipal de Educação, Geraldo Grossi.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo