Charges

03/09/2018 15:40

Ex-juíza patina para ser candidata entre erros políticos , assessoramento ruim e desentendimentos dentro de sua própria aliança

 

Em menos de um mês de campanha eleitoral visando as eleições de Outubro, a candidata ao Senado da Republica ex-juíza Selma Arruda (PSL), vem colecionando fiascos, desentendimento com membros da aliança (PSDB PPS, PSB, Patriota, DC, PSL, Solidariedade, Avante e PRP), brigas com pares , fuás , disputas internas, e acima de tudo, mostrando ser inexperiente quando o assunto e composição de chapa, na qual é parceira dos tucanos em primeira hora. Ninguém sabe ao certo se o despreparo, vem da falta de arte de fazer política, resultado de mistura do mundo jurídico e política, a ingenuidade, ou mesmo da falta de assessoria, como núcleo de comunicação e marketing, indispensáveis numa corrida eleitoral. O certo é que a dita doutora vem “pisando no tomate” há bons tempos,  causando instabilidade no grupo que participa, e muitos desentendimentos. Por exemplo a redação do Jornal Cetro Oeste Popular tenta marcar um entrevista com ela, há quase 20 dias, os telefones das assessorias não funcionam, nem para mensagem de texto ou de voz respondem, assim não vai! Vendo que de assessoria, Selma Arruda, vai de mal a pior, dividimos as informações com colegas de outras redações as informações para chegar nos  finalmente, checando cada informação. Os desacertos de uma campanha, podem trazer prejuízos a uma campanha “ já tida como vitoriosa”.  Nessa semana mais um triste episódio tomou conta das manchetes dos jornais na capital; A divisão de temo de TV pelos candidatos  ao Senador da Republica pela coligação. A principio Selma  Arruda (PSL),  tem  07 segundos de tempo de TV, enquanto o candidato Nilson Leitão (PSDB) tem 42 segundos, dada a proporcionalidade de tempo por cada partido, e como manda a lei eleitoral. Em reunião ampla, com partidos que compõe o arco de alianças, havia se decidido, que todo o tempo de TV seria concentrado na propaganda do candidato ao Senado deputado Nilson Leitão também do PSDB, a justificativa do presidente da legenda Paulo Borges, e que o partido não estaria autorizado a fazer palanque ao Bolsonaro em Mato Grosso, já que tem candidatura própria. A  indefinição seguiu até o ultimo dia, antes da estreia do horário eleitoral, na ultima sexta-feira (31). Descontente, Selma reagiu, dizendo que acionaria o PSDB pela pelo direito de  participação no horário eleitoral na justiça, e acusou o PSDB de querer coordenar a vinda do presidenciável Bolsonaro a Cuiabá. O candidato a Senador da Republica Nilson Leitão conta atacou e disse em nota que; “Selma falta a reunião que solicitou e quer tempo de TV do PSDB”, e confirma que ela mesma solicitou reunião com o partido para discutir o assunto, na qual também representantes de todos os partidos que compõe o arco de alianças, a coligação “Segue em Frente Mato Grosso”. Ainda segue a nota, que; “Em seguida, em votação as siglas optaram por conceder a Nilson Leitão o tempo de 42 segundos, referentes ao tempo total do PSDB, mais a metade do tempos dos demais partidos, somando 67 segundos.

Já a Selma, pelo fato de o tempo de televisão do PSL não ser computado dentro da coligação, ficaria com a soma da metade do tempo dos outros cinco partidos da coligação, somando 32 segundos”, ainda diz o comunicado. Participaram da reunião, que definiu pelo tempo de TV a Nilson Leitão,  representantes do PSDB, PPS, PSB, Patriota, DC, PSL, Solidariedade, Avante e PRP. Este não é o único episódio triste na carreira da estreante na política de Selma Arruda. Há 10 dias outro episodio também envolveu a ex-magistrada, e dessa vez não só Nilson Leitão , mas também o candidato a reeleição ao Governo Pedro Taques (PSDB). Num vídeo que viralizou  nas redes sociais, Selma conclama claramente a todos pelo voto útil, mas somente para ela , se esquecendo do resto da chapa que a acolheu. Então vamos a mais uma gafe da ex-juíza; Selma caiu na besteira de dizer em video que;“As pessoas não precisam votar em chapa fechada , aquele que acredita na Selma ou não acreditam em A ou B,que esta coligação,pode perfeitamente  votar na Selma , ou alguém , pode votar em outro governador outro deputado federal e outro senador..”, disse Selma na rede social. O vídeo foi motivo de muita revolta entre os tucanos, que chegaram a dizer que, Selma fora da chapa. Mas  veio a turma do deixa disso, fizeram reuniões a portas fechadas para apagar o fogo e pronto, estava superado  disso. Selma Arruda também é alvo de comentários , em colunas, pequenos textos e citações nos jornais de Cuiabá;  A de que em seu material de propaganda, não estaria ela, divulgando os nomes dos colegas de chapa, ou seja Nilson Leitão e  Pedro Taques, candidatos ao Senado e ao Governo do Estado (PSDB). Diante dos fatos concretos, vale a pena reproduzir os comentários de bastidores políticos, na Assembléia Legislativa, Tribunal de Contas e até mesmo  Forum de Cuiabá; “Será que Selma Arruda é mesmo candidata, ela veio para confundir ou explicar na política”, é assim que pensamos.

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo