Cidades

10/10/2017 15:47 Hiper Notícias

Técnicos da Saúde vão a Rondônia auxiliar a projetar Caravana

Depois da visita do Secretário de Estado de Saúde de Rondônia (SESAU), Williames Pimentel, e do secretário-adjunto, Luiz Eduardo Maiorquin, na 9ª edição da Caravana da Transformação, em Juína, no mês de setembro, técnicos da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES/MT) foram até Rondônia neste mês de outubro, a convite daquele governo, para auxiliar a equipe da SESAU no planejamento de um projeto idêntico ao da Caravana de Mato Grosso, e que será desenvolvido em Rondônia com o objetivo de zerar a lista de espera por cirurgias oftalmológicas.

A superintendente de Gestão Hospitalar e Ambulatorial da SES/MT, Selma Aparecida Carvalho, e a representante do setor de Controle e Avaliação e também fiscal de contrato, Sônia Pio, e a coordenadora da saúde na Caravana da Transformação, Simone Balena, estiveram reunidas com a equipe técnica da SESAU de Rondônia, na primeira semana de outubro, em Porto Velho.

Selma explicou que a SES auxiliou a equipe da Saúde daquele Estado na montagem da rede de serviços de saúde na área oftalmológica, na definição do rol de procedimentos, do protocolo de regulação dos pacientes, e também orientou sobre o papel do controle e avaliação na execução do contrato da empresa que vai realizar os procedimentos médico, a logística de atendimento dos pacientes (processo de busca de paciente não regulado, cadastramento e atendimento).

“A SES/MT apresentou o modelo de Termo de Referência do plano de trabalho do fluxo de rotina dos serviços, além do controle e avaliação sanitária das instalações internas e externas do local onde será realizado o atendimento aos pacientes. Nesse aspecto, orientamos a Vigilância Sanitária a designar uma profissional de epidemiologia para acompanhar a inspeção e os procedimentos de controle e prevenção de endemias, surtos ou infecção, a exemplo do que vem sendo feito pela SES/MT em todas as edições da Caravana da Transformação”, informou Selma Carvalho.

 

Outro procedimento importante que foi apresentado ao SESAU foi sobre a auditoria que é feita após a execução dos serviços. “Somente após essa etapa é que pode ser feito o pagamento dos serviços”, complementou a superintendente de Gestão Hospitalar e Ambulatorial da SES/MT.

De acordo com Selma Aparecida Carvalho outro aspecto que chamou a atenção do governo de Rondônia foi o fato de Mato Grosso realizar os procedimentos cirúrgicos com os valores que são praticados pela tabela SUS, o que é inédito e muito econômico para o governo.

O secretário de Saúde de Rondônia, Williames Pimentel, informou que o Estado havia realizado licitação para contratar empresa para executar o mesmo serviço, mas, sem sucesso, pois as empresas participantes queriam cobrar mais de R$ 5 mi por procedimento.

De acordo com o governo de Rondônia, o modelo de atendimento desenvolvido em Mato Grosso e a aplicação da tabela SUS para pagar os procedimentos médicos são bastante viáveis para Rondônia, pois apresentam uma economia significativa para os cofres públicos. Enquanto uma cirurgia de catarata realizada na Caravana da Transformação custa R$ 643,00 no âmbito particular custa mais de R$ 5 mil.

O governo de Rondônia quer desenvolver o projeto ainda neste ano com meta de atender a 6 mil pacientes que estão na lista de espera por tratamento oftalmológico.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo