Economia

10/08/2017 13:41 GAZETA DIGITAL

Delícias de dar água na boca e encher os olhos

Não há melhor maneira de fechar uma boa refeição do que uma deliciosa sobremesa. Algumas são tão boas que nem precisam de almoço ou jantar antes, elas valem por si e podem ser devoradas a qualquer hora, sem motivo específico ou especial.

Saciam aquela “fominha” de fim de tarde, trazem muito prazer a qualquer hora do dia ou da noite, nos remetem ao melhor da nossa infância, coroam momentos felizes de comemoração, enfim, são tudo de bom. Como negar.

Difícil encontrar alguém que não se renda a uma bela e saborosa sobremesa. Sim, porque algumas são verdadeiras obras de arte e chegam a dar uma certa “peninha” de cortá-las ou comê-las.

 

Tortas Cuiabá, primor estético

Michelly Alves koshiyama, 34 anos, proprietária da Tortas Cuiabá, aberta há um ano e meio, se esmera para fazer doces primorosos. O cuidado estético é grande o resultado fascinante.

Antes de abraçar a nova profissão, ela era proprietária de um instituto de beleza. Ao resolver mudar de atividade, buscou se preparar. Fez cursos em São Paulo com Vivian Feldman e Cesar Yukio, e o curso de confeitaria no Senai Cuiabá, com Juliana Coli.

Ela conta que sua mãe trabalhou com bolos, mas já havia parado como ela começou. Antes de encarar a confeitaria como profissão, executava suas doces receitas como um delicioso hobby.

Acabou se especializado em bolos e tortas, mas garante que nutre uma paixão por toda a área da confeitaria. Entre as receitas favoritas dos clientes está o bolo de chocolate com creme belga e morango.

Diversidade é grande, de sabores, formatos, decoração, mas sempre com um grande cuidado estético e harmonia de sabores. Neste caso, beleza e sabor andam juntos.

Aplicada, ela diz que procura sempre testar novas receitas e se atualizar. “Procuro me capacitar com regularidade, inclusive setembro estou indo para o Rio de Janeiro, fazer curso e trazer novidades para meus clientes”, revela. 

Tortas variedades  de frutas vermelhas e chocolate com morangos feitas por Michellly Koshiyama

 

Doce Ateliê, alegria em cores

Quem também prima pela estética em seus produtos é Laura Marchetti, do Doce Ateliê de Confeitaria, empresa aberta em 2012 depois de uma mudança radical na vida dela.

Formada em negócios da moda, na Anhembi Morumbi, em São Paulo, ela se cansou de morar na capital paulista e mudou-se para Cuiabá. Conta que se sentiu meio perdida no início, mas acabou optando pela confeitaria, profissão que considera muito próxima da moda.

“Só mudei o produto, mas continuo exercendo minhas habilidades manuais e numa profissão em que as novidades não param de surgir, como na moda”.

Voltou para São Paulo para e fez o curso de confeitaria na mesma faculdade onde se formou em moda.

Começou na carreira de confeiteira fazendo doces finos para casamentos em um buffet da cidade e aprendeu a trabalhar com volume, produzir em massa e viu que não era o que queria. Depois de uma passagem por loja de doces finos, outra mudança e a certeza de que precisava trabalhar por conta própria.

Começou produzindo no pequeno apartamento onde morava, tendo como assistente uma colega do antigo emprego que acreditou no novo negócio.
Laura conta que começou a formar sua clientela trabalhando com revendedoras.

O empreendimento cresceu e ela teve que buscar um espaço maior. Vendeu o apartamento e mudou-se para uma casa, onde trabalha agora com duas assistentes. Tem uma clientela que extrapola os limites de Cuiabá e Várzea Grande.

Laura vende para várias cidades do interior e sua especialidade são os bolos decorados, pirulitos, capcakes, pão de mel personalizados, tudo com foco maior nas festas infantis, que representam 80% do seu negócio.

“Fazemos também bombons para casamentos, outros doces e bolos”.

Os pedidos são feitos em sua maioria por WhatApp. O sabor de bolo mais pedido é o de brigadeiro. A unanimidade é tamanha que ela começou uma promoção para divulgar os outros sabores.

A cada mês, vai fazer um desconto de 50% no quilo do sabor da promoção. Em agosto é o de morango, em setembro será baba de moça com abacaxi, e assim por diante.

 Bolos artísticos de Laura Marchetti faz a alegria de qualquer criança

 

Chocolê, a griffe dos potinhos

Já as irmãs Nikaele Duarte Guimarães, 31, e Taliane Duarte, 24, usam as mídias sociais para divulgar seus bolos de pote e de travessa.
Elas aprenderam com a mãe, Maria Duarte, a preparar sobremesas para os almoços de família. Hoje, as três trabalham juntas numa empresa familiar, La Chocolê Doceria, aberta há um ano.

Nikaele conta que tudo começou como um propósito de fé. Ela e a irmãs faziam os potinhos e vendiam para amigos e conhecidos, mas a qualidade e sabor das sobremesas se espalharam de boca em boca e depois no Instagram e Facebook. Resultado, as vendas explodiram.

À medida que o negócio expandia, elas foram aprimorando as receitas e criando novidades como o bolo de pote na travessa, muito consumido em eventos e reuniões de família e amigos.

“Tem gente que compra para levar como sobremesa num almoço ou jantar, como forma de retribuir o convite”, conta.

A última novidade é o Caseirinho, um bolo de cenoura ou de chocolate bem cremoso coberto com brigadeiro.

“Tem gosto de casa de vó”, ela garante, lembrando que tudo é feito com produtos de primeira qualidade, chocolate belga, morangos fresquinhos.

Falando em morango, o doce mais “querido” dos clientes é o bolo com morango trufado.

Tanto os mais de 100 bolos de potes produzidos por dia, quanto as receitas de travessa são montados com um grande cuidado estético.

“A pessoa primeiro come com os olhos, mas constata que não é só bonito, é gostoso também”, garante, ciente da qualidade dos produtos e consciente de que imagem nas redes sociais é um argumento muito importante na decisão de compra.

As entregas são feitas às quartas, quintas e sextas-feiras e os pedidos, via redes sociais ou telefone, podem ser efetuados até às 12h30 para entrega no final da tarde.

 Tortas e bolos decorados, delícias de encher os olhos 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo