Economia

11/10/2017 13:46 Gazeta Digital

Tarifa do transporte público cai para R$ 1,80 no feriado de Nossa Senhora Aparecida

Os usuários do transporte público pagarão apenas R$ 1,80 no próximo feriado de Nossa Senhora Aparecida, comemorado em 12 de outubro. O benefício faz parte do projeto Tarifa Social, instituído pelo prefeito Emanuel Pinheiro, que garante a redução de 50% nas passagens de ônibus em datas comemorativas nacionais. Este ano, a iniciativa se repete em mais duas ocasiões, com a celebração do Dia de Finados (02 de novembro) e o Natal (25 de dezembro).

Com o objetivo de incentivar a população cuiabana a desfrutar dos pontos turísticos presentes na Capital nos feriados, a ação solidifica também a premissa da humanização, à medida que fomenta o convívio social entre as comunidades em espaços diversos como o Parque das Águas, a Orla do Porto e o Parque Tia Nair. Para o prefeito Emanuel Pinheiro, é um estímulo aos momentos de qualidade entre amigos em familiares, conforme também permite que a cidade continue movimentada em dias mais pacatos.

“Datas como essas são ocasiões singulares para o nosso cidadão e sabendo de sua importância social, é dever do município pensar em propostas que permitam que estes marcos nacionais sejam celebrados das mais diversas formas. Esta redução é um instrumento positivo, que garante a cidadania ao trabalhador de bem, que conta com o transporte coletivo como seu principal meio de locomoção, sem comprometer seu orçamento familiar. Além disso, este é um benefício que afeta diretamente a economia local, uma vez que serve também como um estímulo para fazer atividades variadas, como ir ao shopping, ao cinema ou a parques”, pontuou o gestor.

A Tarifa Social também obteve reflexos significativos no fluxo de usuários de ônibus, com um aumento referente a três mil passageiros por feriado, desde a sua implantação, em 1º de maio deste ano. Com cinco datas comemorativas já realizadas, o transporte coletivo da Capital teve um acréscimo total de 15 mil usufrutuários. Para o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, esta redução alia a qualidade de vida à economia doméstica.

“66% dos passageiros de ônibus da Capital são pagantes, que desembolsam mensalmente uma média de R$ 151,20 com locomoção. A considerável redução do valor da passagem em feriados nacionais vai ao encontro de uma significativa economia no orçamento mensal do usuário, permitindo que ele desfrute cada vez mais do transporte, poupando seus recursos. Isso é a valorização do nosso povo, que é causa de tudo que fazemos, como rotineiramente evidencia o nosso prefeito”, afirmou.

A Tarifa Social é fruto de uma união de forças entre o poder público e a Associação Matogrossense dos Transportadores Urbanos (AMTU), que também renunciou ao eventual direito de exigir a reparação por possíveis perdas de receita em decorrência da implantação do projeto em 2017. A representante das concessionárias ainda se comprometeu a estudar medidas – conjuntamente com o município – para garantir a viabilidade da iniciativa no ano seguinte. O entendimento partiu de uma reunião com o prefeito, promotor de Justiça, Ezequiel Borges de Campos e representantes das empresas. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo