Economia

02/12/2017 11:51 Midia News

Prefeitura retira 41 micro-ônibus do sistema de coletivo em Cuiabá

Na última semana, 41 linhas de micro-ônibus deixaram de operar em Cuiabá.

A informação foi divulgada pelo Sindicato das Empresas de Transporte Público Alternativo de Passageiros do Estado de Mato Grosso (Seta-MT), nesta semana.

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) aponta que foram retirados 25, dos quais 19 eram compartilhados e seis exclusivos.

De acordo com a Semob, os veículos estavam em desacordo com a legislação. No contrato firmado com as empresas, os carros devem ter até oito anos de vida útil, e a frota tirada de circulação estava com, pelo menos, 10 anos.

O sindicato alegou que a planilha e ordens de serviço elaboradas pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) inviabilizam o serviço. 

Segundo o presidente do Seta, Fabiano Leão, vários empresários desistiram da permissão de operação em Cuiabá por não conseguirem manter os micros trabalhando, por estarem em horários e linhas sem passageiro para compensar.

“Os micro-ônibus foram colocados para operar em horários que não têm fluxo de passageiros, enquanto os ônibus ficaram com os horários de pico, obrigando a população a se submeter ao transporte lotado que não atende a demanda”, disse.

Oito micros já haviam saído porque as empresas não demonstraram interesse em continuar operando no sistema. 

“É preciso que a Semob se sensibilize e reveja essa decisão de tentar tirar os micros a qualquer custo do sistema, e veja que, na verdade, a maior prejudicada é a população que precisa dos micros, visto que os ônibus não suprem a demanda”, disse Fabiano Leão.

A secretaria, entretanto, disse que não pode fazer alteração de planilha, pois existe um termo de ajustamento de conduta que foi elaborada na gestão passada e que previa que nenhuma alteração poderia ser feita durante o período de vigência desse termo de conduta, que se encerra no dia 15 de dezembro. 

As linhas que foram prejudicadas com a saída desses micros foram: Pedra 90-Centro, CPA-Unic, 1º de Março-Av. dos Trabalhadores, Parque Cuiabá-Santa Isabel, Cidade Verde-Jardim Imperial, Itapajé-Santa Amália, Paiaguás-Centro, Tijucal-Centro, Praieiro-Centro, Unic-Santa Rosa, Planalto-Centro, Umuarama- Centro, Três Barras-Porto.

Ficaram apenas sete micro-ônibus operando no sistema, atendendo às linhas Itamarati-Centro, CPA II-Unic, Tijucal- Centro, São Sebastião-Chopão, Parque Cuiabá-Santa Isabel, Santa Terezinha-Santa Amália.

Um estudo para a elaboração da uma nova licitação referente ao transporte público deve ficar pronto até o fim de fevereiro de 2018.

Nele deverá contar a necessidade da participação dos micro-ônibus ou não. 

O decreto que instaura a criação da comissão foi assinado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), e publicado no dia 27 de novembro. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo