Economia

07/05/2018 15:59 G1

Biólogo decide fabricar requeijão após se aposentar e produz 300 kg por semana em MT

Um biólogo aposentado está investindo na produção artesanal de requeijão para melhorar a renda, no município de Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá. Aproximadamente 300 kg de requeijão são produzidos semanalmente.

De acordo com Juarez Pacheco, o local tem 35 hectares. Além da produção de requeijão, ele também cria porcos, peixes e vacas.

"Eu me aposentei e depois fiquei pensando no que eu faria, então decidi fazer requeijão", disse.

Juarez disse que o ofício foi passado de geração para geração na família.

Ele explicou que o leite utilizado é congelado para que a nata possa ser retirada. Para cozinhar a massa, Juarez utiliza uma caldeira que fornece o vapor para aquecer o requeijão. Em seguida, a massa é colocada em formas e resfriadas.

"A melhor coisa na minha vida é ver alguem comer o requeijão e dizer que ele é bom", afirmou.

Juarez disse que o ofício foi passado de geração para geração na família.

Ele explicou que o leite utilizado é congelado para que a nata possa ser retirada. Para cozinhar a massa, Juarez utiliza uma caldeira que fornece o vapor para aquecer o requeijão. Em seguida, a massa é colocada em formas e resfriadas.

"A melhor coisa na minha vida é ver alguem comer o requeijão e dizer que ele é bom", afirmou.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo