Economia

12/06/2018 11:28 OLHAR DIRETO

Dia dos Namorados deve ter incremento de 17% nas vendas em Cuiabá

As vendas para o Dia dos Namorados na capital mato-grossense devem ter um incremento de 17%, já que 55,5% das pessoas pretendem presentar e 13,2% ainda não sabem. Dos que não irão dar algum tipo de presente, 45,5% diz que é porque não possui um relacionamento sério com alguém. Os dados formam coletados em pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas e Sócio Ambientais (NUPES) da Universidade Federal de Mato Groso (UFMT) em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá).


Lojista que atua com produtos personalizados em Cuiabá, Vanessa Cristina, de 36 anos, diz que espera um aumento de 50% nas vendas. “A gente está com um estoque bem grande. Trabalhamos com personalizado e fazemos de tudo para fazer que as pessoas deem presente diferente com a foto do casal”, contou ela, que estipulou produtos de R$ 9,99 a R$ 200.


“Nós estamos bem otimistas com o aquecimento nas vendas que já vem crescendo de forma gradativa desde o início do ano e a pesquisa que realizamos agora, em parceria com o NUPES vem para comprovar o que gostaríamos e o que esperamos da economia na nossa capital, de recuperação”, disse o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja
 
Gasto médio com presentes deve ser de R$ 173,44; A maioria vai pagar à vista e em dinheiro
 
De acordo com o resultado da pesquisa ainda, o valor médio de compras deve girar em torno de R$ 173,44 por presente e o pagamento para a maioria dos entrevistados deve ser a vista e com dinheiro.
 
“Essa com certeza é a melhor opção, principalmente porque as pessoas ainda estão inseguras em seus empregos, então, comprar à vista é uma boa alternativa para fugir do endividamento. Agora, caso precise parcelar, o ideal é não abusar dos parcelamentos para evitar o comprometimento da renda com prestações”, disse o superintendente da CDL Cuiabá.
 
Roupas, perfumes e calçados lideram a preferência de compra
 
Os presentes mais procurados por quem vai presentear serão as roupas com 31,85%, Cosméticos e perfumes 26,30%; Calçados  17,04%; Joias, semijoias e/ou bijouterias 13,33%; Acessórios  12,22%; Chocolates  8,89%; Flores  7,41%; Eletrônicos 6,30%; Jantar romântico 4,44%; Mimos 3,33%; Pacote de viagens 2,22%; e Serviços estéticos 1,85%.
 
“São presentes usuais e que geralmente as pessoas gostam de ganhar, então, com certeza serão os lideres de vendas”, afirmou Granja.
 
Em relação ao local das compras, 53,7% pretendem adquirir o presente em algum Shopping center, já 33,71% no comércio de rua  e 3,7% pela internet e 8,89% de outras  maneiras.
 
50,8% contratações que ocorrerão no período é para área de vendas
 
Das empresas que pretendem contratar funcionários temporários para este período, 50,8% serão para vagas de vendedores; 10,8% para caixa; 9,2% auxilar; 7,7% balconista e 21,5% outras funções.
 
Dos lojistas que pretendem realizar promoções são 59%; Propagandas 51%; Diversificação de produtos 23%; Brindes/sorteios 23%; e Crédito facilitado 4%.
Segundo o superintendente da CDL Cuiabá ainda, o Dia dos Namorados tem se tornado uma data cada vez mais importante do calendário de vendas do comércio. “O maior movimento de compras será na última semana, por isso orientamos os consumidores a comprar o quanto antes, pois desta forma poderá encontrar uma variedade maior de presentes e isso permitirá também ter mais tempo para pesquisar as condições de pagamento”, finalizou.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo