Esporte

27/07/2017 09:38 Globoesporte

Com pouco tempo e perto da Libertadores, Cuca pode mudar Palmeiras no Brasileiro

Poucas horas após a eliminação na Copa do Brasil, o Palmeiras já começa a avançar em seu planejamento para o restante da temporada. E o próximo duelo do time de Cuca será já no próximo sábado, contra o Avaí, na arena alviverde, às 19h, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Até o confronto diante do clube catarinense, será apenas um dia de trabalho prático. O grupo retorna para São Paulo nesta quinta-feira, quando a atividade na Academia de Futebol será de recuperação física. Restará ao comandante alviverde apenas a sexta-feira para a definição dos titulares.

Logo após o empate em 1 a 1 contra o Cruzeiro, no Mineirão, Cuca mais uma vez não escondeu seu grande objetivo: acertar o time para o duelo de volta da Libertadores, contra o Barcelona de Gayaquil, no dia 9 de agosto, no estádio do Palmeiras.

 

– Esses caras têm de recuperar para jogar sábado. O Avaí não jogou (no meio da semana), é uma condição que temos de analisar junto com a fisiologia para fazer um bom jogo e vencer. Depois temos tempo para treinar e elaborar a equipe. Já falei que vou tirar grande parte dela nos jogos contra Botafogo e Atlético-PR, para preparar para o dia 9. Eu quero treinar três, quatro, cinco treinos em cima do adversário (Barcelona de Guayaquil). Isso já está sendo preparado – afirmou o treinador palmeirense.

O condicionamento físico do grupo, aliás, é o que vai determinar a escalação palmeirense no fim de semana. Atletas que não puderam atuar em Belo Horizonte como Deyverson, Juninho, Luan, Bruno Henrique e Mayke têm mais chance de serem aproveitados. Willian ainda segue fora em recuperação de uma lesão muscular.

– Não podia colocar o Mayke, o Deyverson, que veio com nível para ser titular, não tinha o Juninho e o Luan, que no último jogo foram titulares. Não tenho pressa para definir. Eles vão se definindo ao natural. Sábado é mais um dia em que vamos ter alguns que não jogaram, até pela necessidade. Não se trata de não querer definir o time, mas está muito próximo. Já falei que dia 9, se Deus quiser, vou poder colocar o time que eu acho ideal, porque vou ter todos a mão – completou Cuca.

Depois da partida contra o Avaí, no sábado, o Palmeiras terá mais dois jogos pela frente antes de jogar sua vida na Libertadores. Até o duelo contra o Barcelona de Guayaquil, no dia 9 de agosto, o Verdão enfrenta Botafogo (no Rio, dia 2) e Atlético-PR (na arena, dia 6).

O planejamento de Cuca é utilizar uma formação alternativa nestes dois jogos pelo Brasileirão. No período, inclusive, os atletas repetirão 2016 e farão retiro em Atibaia depois de alguns dias de concentração no hotel da Academia de Futebol.

– Toda vez que nós saímos para Atibaia tivemos uma evolução e uma sequência boa. Se for necessário vamos, não tem o que escolher. Temos de nos dedicar. Se a gente passasse (pelo Cruzeiro) seria ótimo esses dez dias. Conversamos isso antes do jogo, fazer valer a pena esse período longe da família, mas infelizmente não veio. Se tiver de ir para fora para nos prepararmos para a Libertadores vamos nos preparar da melhor forma possível para dar alegria aos torcedores – afirmou o lateral-esquerdo Egídio.

O Palmeiras vem de três jogos sem perder no Campeonato Brasileiro e ocupa a 5ª posição, com 26 pontos. Na Libertadores, após ser derrotado no jogo de ida das oitavas de final por 1 a 0, o Verdão precisa vencer o Barcelona de Guayaquil em casa por dois ou mais gols de diferença para avançar às quartas de final da competição sul-americana.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo