Esporte

03/10/2017 17:43 OLHO NO ESPORTE

Polícia Militar explica o adiamento de Dom Bosco e Cacerense no Dutrinha

Falta de segurança. Essa foi a resposta da Polícia Militar para a não realização da partida entre Dom Bosco e Cacerense nesse domingo, no estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha. Com a falta de laudos de segurança, a promotoria do Ministério Público Estadual (MPE) foi notificado e determinou pela não realização de qualquer partida no estádio.

A assessoria da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) informou que o local já havia um impedimento para a realização de partidas com presença de um grande contingente de pessoas.

“Para voltar a receber jogos o estádio dependeria da aprovação da segurança em nova vistoria da Polícia Militar, o que não ocorreu até a data da partida entre Dom Bosco e Cacerense”, disse a PM em nota.

A PMMT declarou também que direcionou ao MPE a recomendação de impedimento e frisa que o estádio é objeto de Inquérito Civil na 6ª Promotoria Patrimônio Público e do Consumidor. 

Como a segurança das pessoas cabe à PM, o MPE somente fez valer o Estatuto do Torcedor, que impede partidas de futebol com presença de público, sem o Laudo de Segurança.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo