icon facebook icon twitter icon instagram

23 de Março de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

Quinta-feira, 07 de Março de 2019, 14h:10 - A | A

Messi está de volta à seleção argentina para amistosos de março

image

O técnico Lionel Scaloni divulgou a convocação da Argentina nesta quinta-feira com o nome mais aguardado de todos. Lionel Messi, craque do Barcelona, está de volta à seleção para os amistosos contra Venezuela, dia 22, em Madri, e Marrocos, dia 26, em Tânger.

A informação já fora divulgada pelo jornal " Olé" em janeiro e confirmada numa lista com outras surpresas - como, por exemplo, o também retorno de Di María, do Paris Saint-Germain, e a ausência de Agüero, do Manchester City. Icardi não foi convocado por estar em inatividade na Inter de Milão.

 
A lista do técnico Lionel Scaloni para os amistosos contra Venezuela e Marrocos, em março — Foto: Reprodução / Twitter

A lista do técnico Lionel Scaloni para os amistosos contra Venezuela e Marrocos, em março — Foto: Reprodução / Twitter

Foram chamados 31 jogadores, sendo 10 do futebol local: Andrada, Marcone e Benedetto, do Boca Juniors; Armani, Montiel e Matías Suárez, do River Plate; Saravia e Zaracho, do Racing; e Lisandro Martínez e Blanco, do Defensa y Justicia, vice-líder do Campeonato Argentino. Kannemann, do Grêmio, também foi incluído.

De acordo com a imprensa argentina, há um acordo entre a AFA (Associação de Futebol Argentino) e o Barcelona para que Messi jogue apenas contra a Venezuela, uma vez que a partida será no estádio do Atlético de Madrid, na capital espanhola.

Messi vestirá a camisa da seleção pela primeira vez desde a eliminação para a França nas oitavas de final da Copa do Mundo. O seu retorno indica que também quer participar da Copa América no Brasil, em junho (a Argentina está no grupo B  com Catar, Colômbia e Paraguai).

 
 

- A decisão do corpo técnico foi de que Leo (Messi) não viesse nos primeiros jogos. Agora volta e será bem-vindo - disse Scaloni em entrevista coletiva nesta quinta.

O camisa 10 ainda sonha em conquistar um título pela equipe principal da Argentina - sua única conquista pela Albiceleste, até aqui, é o ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Fora isso, o craque amargou um vice na Copa América de 2007, contra o Brasil, e um tri-vice em 2014, 2015 e 2016 - na Copa do Mundo e em duas outras edições da Copa América.

 
Lembra dessa comemoração de Benedetto na final da Libertadores? Ele e Montiel estarão juntos na seleção — Foto: Matthias Hangst/Getty Images

Lembra dessa comemoração de Benedetto na final da Libertadores? Ele e Montiel estarão juntos na seleção — Foto: Matthias Hangst/Getty Images

 

Confira a lista completa abaixo:

 

Goleiros: Franco Armani (River Plate), Esteban Andrada (Boca Juniors), Juan Musso (Udinese) e Agustín Marchesín (América do México).

Defensores: Gabriel Mercado (Sevilla), Renzo Saravia (Racing), Gonzalo Montiel (River Plate), Germán Pezzella (Fiorentina), Lisandro Martínez (Defensa y Justicia), Juan Foyth (Tottenham), Nicolás Otamendi (Manchester City), Walter Kannemann (Grêmio), Nicolás Tagliafico (Ajax) e Marcos Acuña (Sporting).

Meio-campistas: Giovani Lo Celso (Betis), Leandro Paredes (Paris Saint-Germain), Iván Marcone (Boca Juniors), Guido Rodríguez (América do México), Matías Zaracho (Racing), Manuel Lanzini (West Ham), Rodrigo de Paul (Udinese), Ángel di María (Paris Saint-Germain), Gonzalo Pity Martínez (Atlanta United), Domingo Blanco (Defensa y Justicia) e Roberto Pereyra (Watford).

 

Atacantes: Lionel Messi (Barcelona), Paulo Dybala (Juventus), Lautaro Martínez (Inter de Milão), Angel Correa (Atlético de Madrid), Matías Suárez (River Plate) e Darío Benedetto (Boca Juniors).

Imprimir
Comentários












Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




image