Geral

07/12/2017 08:50 Folha Max

Advogado alega que ex-prefeito em MT ameaçou revelar intimidade de vereadora em confusão

O advogado Hilário Amaral Neto alegou que agrediu o ex-prefeito de Jaciara, Ademir Gaspar de Lima, após o mesmo ameaçar e tecer palavras ofensivas relacionadas a intimidade dele e sua noiva, a vereadora Edilaine Martins, a "Tuca" (PSB). 

O caso ocorreu no início da madrugada desta quarta-feira (6), ao final de uma sessão na Câmara dos Vereadores que votava a aprovação das contas do executivo municipal referente ao ano de 2016, último ano da gestão de Ademir. Após a confusão, tanto o advogado como o ex-prefeito procuraram a delegacia para registrarem boletim de ocorrência.

Em seu relato, o advogado alega que “há tempos” o ex-prefeito Ademir vem  fazendo ligações ameaçadoras, tanto ao advogado quanto a família da vereadora. Segundo ele, o objetivo do ex-gestor era receber o voto favorável de “Tuca” na análise das contas.

Hilário contou que recebeu três ligações do ex-prefeito minutos antes da sessão. “No dia da votação recebi três ligações do perfeito uma chamada perdida e segunda às 17h59 com duração de dois minutos e 59 segundos, tendo como teor dessa ligação que eu influenciasse a vereadora em sua decisão”, descreve trecho do boletim.

O advogado conta ainda que o prefeito disse ter muita influencia politica ao “ponto de acabar com a carreira da vereadora” e que os projetos dela seriam “todos inviabilizados” por ele ter a maioria da Câmara. 

Hilário alega que não influenciou o voto da sua noiva, que foi pela rejeição das contas de Ademir Gaspar. Isso revoltou o ex-prefeito, que ao final da sessão teria lhe ofendido, gerando assim a confusão.

Em dado momento da discussão, segundo o advogado, após o ex-prefeito tecer palavras de baixo calão contra o casal e mencionar questões de intimidade do casal houve a briga. Ademir alega que levou um soco do advogado.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo