Geral

07/12/2017 10:32 Folha Max

Jovem que sumiu após ir para a Síria volta para Cuiabá nesta quinta

Juliana Cruz, a jovem que foi dada como desparecida após viajar para a Síria já está no Brasil e deve chegar a Cuiabá nesta quinta-feira (7). 

De acordo com informações da assessoria do Ministério das Relações Exteriores, a passagem de volta de Juliana foi organizada pela própria família. Por se trata de um caso especifico que exigiu negociações entre dois países, o Itamaraty informou que evita dar detalhes do caso para não expor assuntos que devem ser tratados em família. 

Juliana que trabalha como auxiliar administrativo na Coordenação Jurídica da AMM (Associação Matogrossense dos Municípios) desapareceu desde o último dia 14 de novembro, após viajar para a Siria. Ela foi localizada, após investigações da Polícia Federal no país do Oriente Médio.

As primeiras informações davam conta que Juliana foi ao país para encontrar com um rapaz, identificado como Sheraz Re. Nas redes sociais, o rapaz faz apologia a armas e aparenta ser de grupo extremista.

Os detalhes de como ocorreu a localização da jovem não foram revelados nem pela família da jovem, nem pelo governo do Brasil.

O Itamaraty não informou em quais condições a cuiabana foi encontrada e garantiu que a boa relação do Brasil com o país serviu para que tudo terminasse da melhor forma. Não houve violência contra ela. 

O sumiço e a repercussão

O caso de Juliana ganhou repercussão após a família denunciar o desaparecimento da jovem, que deveria retornar do país na semana passada. No entanto, não teve mais contato com os familiares.

A AMM informou que prestou apoio ao trabalho da Policia Federal. O notebook utilizado por Juliana na instituição foi fornecido para poder auxiliar as investigações.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo