Policia

14/11/2017 11:44 OLHAR DIRETO

Júri condena a 7 anos de prisão motorista que atropelou e matou duas mulheres a 135 km/h no CPA

O Tribunal do Júri condenou a 07 anos de prisão o motorista Francisley Moreira de Paula pelo assassinato de Jackiles Rosa do Nascimento Gonçalves e Nadia de Oliveira Vale, em acidente de transito ocorrido na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA), em 2007. A sentença foi proferida pela juíza Mônica Catarina Perri, da Primeira Vara Criminal, nesta segunda-feira (13).


Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), o crime ocorreu no dia 31 de março de 2007. Francisley Paula dirigia uma Saveiro à 315km/h na Avenida CPA, quando atingiu em cheio as vítimas, que estavam no canteiro central, tentando atravessar.


Com o impacto da batida, a vítima Nadia foi arremessada a cerca de 50 metros distante do local da colisão. Tanto ela quanto Jackiles não resistiram aos ferimentos e morreram no local.


Conforme a denúncia, o carro do réu foi alterado para melhorar o desempenho (tunado), o que teria sido desfeito em oficina, para reverter as alterações mecânicas, prejudicando as investigações. 


“A motivação do crime foi a velocidade excessiva desenvolvida pelo réu na condução do veículo VW Saveiro, assumindo o risco de produzir o resultado morte, o que configurou o dolo eventual reconhecido pelo Conselho de Sentença”, afirmou a magistrada.


Embora condenado, o réu teve seu direito de conduzir veículos revertido. Ele estava proibido de dirigir há nove anos, como medida cautelar, enquanto aguardava sentença. Explica que "desde a aplicação da referida medida, não se tem notícia de que o réu praticou qualquer conduta apta a demonstrar a sua periculosidade ou a violação da cautelar imposta, razão pela qual a sua conservação não se faz mais necessária".


A pena será cumprida em regime semi-aberto. A condenação poderá ser recorrida pelo réu.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo