Policia

06/12/2017 16:04 G1

Mais de 60 kg de pescado irregular são apreendidos e doados para creche em Cuiabá

Mais de 60 kg de peixe foram apreendidos nesta terça-feira (5), durante fiscalização na região conhecida como 'Valo Verde, em Santo Antônio de Leverger, distante 35 km de Cuiabá. Duas bicicletas usadas para o transporte dos animais também foram apreendidas.

O pescado irregular foi encaminhado para a delegacia, pesado e, depois, doado para a Creche Municipal Josefa Catarina De Almeida, na capital.

No sábado (2), a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema-MT) divulgou a apreensão de outros 163 kg em Santo Antônio de Leverger.

De acordo com a pasta, os fiscais receberam uma denúncia de que pessoas estariam pescando irregularmente na região do Engenho Velho. Eles aguardaram na região e, quando o veículo passou por eles, passaram a segui-lo. Dois homens que estavam no carro abandonaram o veículo e fugiram pela mata.

Dentro do carro os fiscais encontraram peixes das espécies pacu, pintado, cachara e jaú.

Peixes e veículo foram apreendidos pelos fiscais da Sema (Foto: Sema-MT/Divulgação)

Peixes e veículo foram apreendidos pelos fiscais da Sema (Foto: Sema-MT/Divulgação)

O período de defeso da piracema em Mato Grosso teve início no dia 1º de outubro deste ano e termina no dia 31 de janeiro. Nesse período, só é permitida a pesca de subsistência praticada artesanalmente por populações ribeirinhas ou tradicionais, como garantia de alimentação familiar.

A cota diária por pescador é de 3 kg ou um exemplar de qualquer peso, respeitando os tamanhos mínimos de captura estabelecidos pela legislação para cada espécie.

É proibido o transporte e comercialização de pescado oriundo da subsistência. Quem desrespeitar a legislação poderá ter o pescado e os equipamentos apreendidos, além de levar multa que varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilo de peixe encontrado.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo