Política

19/04/2017 14:16

Procurador que atacou garota de programa é solto, mas responderá a PAD na AL

O advogado e procurador da Assembleia Legislativa de Mato (ALMT) Grosso, Benedito Cesar Correa de Carvalho, 46, preso acusado de ter tentado matar uma garota de programa em seu apartamento no bairro Araés, em Cuiabá na madrugada desta quarta-feira (19), foi liberado após prestar esclarecimentos ao delegado plantonista na 2ª Delegacia de Polícia do Carumbé.

Segundo a Polícia Civil, ele foi autuado pelos crimes de uso de entorpecentes, ameaça e resistência. O procurador irá responder pelas acusações em liberdade. 

A assessoria de comunicação da Assembleia Legislativa informou que um procedimento administrativo deverá ser aberto para apurar a conduta do funcionário público. Ele pode sofrer sanções que vão de advertência até a demissão.

No boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, é relatado que ele fez o uso de drogas e com posse de uma faca tentou atacar a garota de programa L.M.A., 22, que havia contratado no início da madrugada.

A jovem também relatou que só não foi esfaqueada por ter corrido do homem e se trancado na cozinha do apartamento, de onde telefonou para a Polícia Militar.

Os militares que atenderam a ocorrência entraram no prédio e ouviram os gritos de socorro da moça no corredor. Como o procurador não abriu a porta, os PMs precisaram arrombá-la.

No apartamento o procurador foi encontrando com a faca em punho. O suspeito ainda resistiu a prisão e precisou ser encaminhado algemado para a central de flagrantes do bairro Planalto. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo