Política

06/12/2017 16:59 G1

Ex-prefeito denuncia noivo de vereadora por agressão na Câmara de Jaciara (MT) após votação de contas

O ex-prefeito de Jaciara, a 142 km de Cuiabá, Ademir Gaspar de Limar, denunciou o noivo da vereadora Edilaine Martins (PSB), Hilário Amaral Neto, por agredi-lo na Câmara de Vereadores daquele município, na terça-feira (5), durante a votação das contas do ex-gestor. De acordo com o boletim de ocorrência, registrado pela Polícia Militar, Hilário teria dado um soco no rosto do ex-prefeito quando os dois deixavam a sessão.

Hilário disse que o ex-prefeito ficou exaltado ao fim da sessão e xingou a vereadora. Ele nega a agressão e disse que a confusão ocorreu na tentativa de se defender.

A agressão ocorreu dentro na recepção da Câmara de Jaciara. Segundo o ex-prefeito, ele deixava o local quando encontrou o noivo da vereadora, que fez uma piada sobre a aprovação das contas.

Nesse momento, Ademir alega que conversou com o noivo da vereadora e lamentou o voto contrário dela. As contas do ex-prefeito foram aprovadas por 8 votos favoráveis e 3 contrários.

“Contei que me surpreendi com o voto dela [vereadora] já que ela participou da minha gestão como secretária-adjunta de saúde e que a atitude dela foi covarde. Foi a hora que ele veio para cima de mim e me bateu”, contou Ademir.

 
A vereadora Edilaine Martins (PSB) foi secretária-adjunta de saúde do ex-prefeito e votou contra as contas dele (Foto: Câmara de Jaciara/Divulgação)

A vereadora Edilaine Martins (PSB) foi secretária-adjunta de saúde do ex-prefeito e votou contra as contas dele (Foto: Câmara de Jaciara/Divulgação)

Após a suposta agressão, a polícia foi acionada. No entanto, a vereadora e o noivo deixaram a Câmara antes da chegada dos policiais.

A agressão, segundo o ex-prefeito, pode ter sido motivada por vingança. Ademir lembra que o pai do noivo da vereadora era servidor público e foi exonerado durante a gestão dele. “Verificamos que o pai dele recebia um salário alto e ocupava um cargo dispensável. Acredito que depois dessa decisão ele tenha guardado alguma mágoa”, afirmou.

Já Hilário, alega que o ex-prefeito tentou coagi-la com ligações para votar a favor das contas dele. “Minha noiva constatou irregularidades nas contas e ele [ex-prefeito] tentou mudar a opinião dela com ligações inclusive para mim”, declarou Hilário.

O noivo da vereadora registrou um boletim de ocorrência por ameça e coação contra o ex-prefeito nesta quarta-feira (6). Ademir passou por exame de corpo de delieto e afirmou que deve representar contra Hilário.

 

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo