27 de Maio de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

Sexta-feira, 15 de Março de 2019, 11h:45 - A | A

Secretário nega desgastes, mas aposta em novos assessores para melhora na relação com deputados e prefeitos

image

Após reclamações de deputados da base e partidos aliados sobre uma suposta dificuldade de diálogo com o Governo, o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, se manifestou e negou que haja desgaste na relação do Executivo com os parlamentares, bem como com gestores municipais. O secretário, no entanto, assumiu que as nomeações dos novos assessores especiais, Carlos Brito e Adjaime Ramos, deve contribuir para a melhora do relacionamento do Governo com parlamentares e prefeitos.

“Nesses 60 dias de governo entraram no meu gabinete 476 pessoas e na Casa Civil foram atendidas 1168 [pessoas]. Todos os deputados foram atendidos e sem marcar horário. Então todos eles têm a porta aberta. A deputada Janaína já esteve dentro do Palácio em reuniões. Fizemos uma reunião com a bancada toda do MDB, já tivemos outras reuniões e a deputada, infelizmente, não pode estar presente. Mas o governo já atendeu inúmeras vezes os deputados do MDB dentro do palácio. Nós estamos construindo alternativas em cima dessa dificuldade financeira que o Estado passa nesse momento. Com certeza nós teremos a compreensão de todos”, rebateu Mauro Carvalho.

Carvalho cita Janaina pois, há pouco mais de duas semanas, a parlamentar cobrou diálogo com o governador Mauro Mendes (DEM) e chegou a dizer que as demandas encaminhadas pelo Governo ao Legislativo estavam “atrapalhando” seu partido, o MDB. Na ocasião, a parlamentar disse, ainda, achar que o governador não queria sua ajuda. Carvalho negou.

Janaina foi líder da oposição durante os quatro anos do Governo Pedro Taques (PSDB). Agora, em seu segundo mandato, a deputada que durante a campanha teve permissão do partido para apoiar o adversário de Mendes, Wellington Fagundes (PR,) integra a base governista.

“Eu tenho tido muita dificuldade nessa agenda, o MDB tem tido dificuldades em suas agendas – e falo isso em nome dos meus colegas que são deputados também. A gente quer ouvir o que o Mauro precisa, o que ela espera de uma base. Ele quer uma base que vote com ele a todo custo? O MDB não está pronto para isso”, declarou a deputada, em entrevista à Rádio Capital FM. Após as nomeações de Carlos Brito e Adjaime Ramos na Casa Civil, a deputada disse crer na melhora dessa interlocução.

“Adjaime vai tratar com os prefeitos dos municípios. É uma pessoa que tem uma vasta experiência de muitos anos atuando nessa área e não conhece só os prefeitos atuais, mas também os anteriores, vereadores, com essa articulação política. Adjaime deve fazer esse trabalho muito bem feito, articulado junto comigo, como chefe da Casa Civil. Também tem o Carlos Britto, deputado, ex-deputado, já foi chefe da Casa Civil. Tambémtem uma vasta experiência, já ocupou outras secretarias de Estado e vem para somar junto comigo nessa articulação.

Tudo o que nós temos feito, temos convidado sempre o nosso líder, Dilmar Dal’Bosco, junto com o presidente da Assembléia, o Botelho, e essas articulações são feitas sempre com antecedência, é isso que a gente tem que procurar fazer. Temos conversado muito antes de criar qualquer tipo de problema, então essas coisas são discutidas dentro da Casa Civil e dentro da Assembléia. Essa é a relação que queremos dentro dos próximos 4 anos, relações transparentes que vão realmente trazer um benefício melhor pra sociedade mato-grossense”, concordou Mauro Carvalho.

Imprimir

RÁDIO

Coletiva Santa Casa

Áudios da coletiva sobre a Santa Casa

image