Saúde

25/04/2017 08:33

Mãe pede fraldas para filho de 1 ano que está em coma

Bryan Anthony, de 1 ano e 8 meses, está há 3 meses em coma internado no Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande. Os médicos não sabem ao certo o que ele tem e por isso não conseguem estimar a expectativa de vida para ele. A mãe da criança, Suelen Maria de Souza, 27, pede ajuda para comprar fraldas descartáveis para o menino tamanho XG. Nessas condições de saúde, é a única "roupa" que ele usa, sendo coberto por uma manta.

Tudo começou em janeiro deste ano, dia 15, quando Bryan foi internado com uma pneumonia. Dias depois, sofreu uma parada cardíaca e uma série de convulsões. Entrou em coma profundo e, desde então, está estável, porem em estado grave, no PS.

Suelen, que mora em VG, explica que está desempregada. Explica também que, além de Bryan, tem outros dois filhos, uma menina de 4 anos e um menino de 7. É casada com o pai de Bryan, que também está desempregado. Inclusive, segundo ela, uma forma de ajudar à família seria oferecendo serviço a um dos dois ou ambos. "Apesar da tempestade que estou vivendo, com três filhos pequenos, sendo um internado, se me arranjarem emprego eu dou um jeito de ir", afirma.

Segundo Suelen, uma biópsia ainda sem data prevista será nova tentativa de chegarem a um diagnóstico. Ela espera que isso ocorra logo, porque tem intenção de reivindicar home care para o menino. "Tenho fé que vamos para casa, com ele junto", comenta. "Não é fácil passar pelo que estou passando e peço ajuda, porque não tenho mais dinheiro para fraldas", apela.

O telefone dela é (65) 9 93239129 e a conta corrente na Caixa Econômica Federal é 00009394-0, agência 4651, op 13. CPF: 055673261-81.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo