Saúde

07/11/2017 14:39 G1

Santa Casa de Pontes e Lacerda (MT) paralisa atendimento por falta de repasse do governo

Há três dias, a Santa Casa de Misericórdia de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, paralisou o atendimento por falta de repasses do governo estadual. De acordo com o diretor da unidade, Ideraldo Pires, os pagamentos feitos pelo governo estão atrasados há quatro meses. O montante em débito chega a quase R$ 2 milhões.

Por meio de assessoria, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), o governo aguarda a liberação de recursos da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz-MT) para realizar os pagamentos.

Com os atendimentos suspensos por tempo indeterminado, os pacientes são encaminhados para outras unidades. Segundo Ideraldo, apenas os serviços de Pronto Atendimento, pagos pela prefeitura foram mantidos.

“Todas as especialidades médicas de baixa e média complexidade foram paralisadas e não há previsão para sejam regularizados. Nem internação podemos fazer aqui. A situação é triste e complicada”, declarou.

Ainda segundo o diretor, a unidade tentou dialogar com o governo para solucionar a situação, mas não obteve sucesso.

Enfermeiros fizerma protesto durante sessão na Câmara de Pontes e Lacerda (Foto: Câmara de Pontes e Lacerda/Divulgação)

Enfermeiros fizerma protesto durante sessão na Câmara de Pontes e Lacerda (Foto: Câmara de Pontes e Lacerda/Divulgação)

Pela falta nos repasses, os profissionais estão com os salários atrasados. Na segunda-feira (6), os enfermeiros do município fizeram um protesto durante a sessão na Câmara Municipal cobrando investimento na saúde e pedindo a valorização do profissional de saúde.

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo