Saúde

01/02/2018 14:45 Prefeitura Cuiabá

Serviços Públicos retira 450 toneladas de lixo dos bairros Jardim Primavera e Portal do Amazônia

A prefeitura de Várzea Grande dá mais um passo importante na ação de eliminação de bolsões de lixo,cuja ação visa à melhoria da qualidade de vida da população.Coordenada pela secretaria municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, os trabalhos de retirada de lixo e entulhos e até restos de material de construção, resultaram em trinta caminhões trucados. Esse foi o saldo do trabalho realizado pelas equipes de Serviços Públicos em toda a extensão da estrada que liga os bairros Jardim Primavera e Portal da Amazônia. Todo o material recolhido foi encaminhado para o aterro sanitário.

“Estaremos a partir de agora reforçando a fiscalização nesta região e em todos os pontos que estão servindo de bolsões de lixo na cidade. Vamos trabalhar em todas as frentes para que esses locais que estão sendo usados para descarte irregular de lixo, não se tornem frequentes, causando prejuízos ao meio ambiente e a saúde pública. Aqueles que forem pegos transportando lixo doméstico e outros materiais serão autuados e até multados”, alertou o subsecretário da pasta, Virdinei da Silva Bens.

"Foram coletadas nesta região 450 toneladas de lixo, dentre eles, eletrodomésticos, geladeira, fogão, sofás e até vestuários, além de entulhos de materiais de construção. Isso mostra que a população deve se conscientizar e não utilizar lugares públicos ou terrenos baldios para descartar o seu próprio lixo, o que traz problemas à saúde pública, e que atinge a todos , como exemplo a proliferação de mosquitos Aedes e outros animais peçonhentos, que fazem destes locais seu habitat.A Ação de limpeza no bairro Jardim Primavera teve início na semana passada e só foi concluído nesta terça-feira(30)", disse o subsecretário.

Virdinei Bens lembra ainda que não é só a população de Várzea Grande que tem contribuído para a formação desses bolsões de lixo no município, como também , foram flagrados carros de empresas de transporte e locadoras de bota-fora, com placas de Cuiabá, que estão atravessando a ponte para fazer os descartes em Várzea Grande.Essas empresas possuem lugares apropriados estabelecidos na licença ambiental para funcionamento e descarte. "Essa é uma prática ilegal e que será combatida pela Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável e também pela Defesa Social (Guarda Municipal). Essa prática será coibida e os responsáveis serão autuados e penalizados e poderão até perder a licença", completou.

MULTA: A secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável autuou uma empresa da capital de bota-fora, pela prática ilegal. O Flagrante ocorreu no Jardim Imperial.

Segundo informou a titular da pasta, Helén Farias, um servidor da Prefeitura Municipal presenciou o flagrante, fez o registro e encaminhou para os fiscais de Meio Ambiente, que se deslocaram ao local e fizeram a autuação e apreensão do caminhão. O motorista foi encaminhado para a Delegacia Especializada do Meio Ambiente (DEMA) . A empresa foi multada em R$ 5 mil e teve de recolher todo material despejado.

A secretária destacou que qualquer pessoa pode fazer a denúncia e encaminhar para a secretaria de Meio Ambiente, responsável pela autuação, notificação e aplicação das multas, ou pelo número 0800.647.4142.

Helen Farias lembra ainda que a Prefeitura Municipal faz regularmente a coleta de lixo doméstica em todos os bairros, porém, a população deve contribuir, e não jogar todos os tipos de matérias em locais inadequados, daí a formação de novos bolsões de lixo.

"A Prefeitura Municipal tem a responsabilidade de fazer a coleta de até 200 litros, ou seja, duas sacolas plásticas de lixo, de cada residência. Acima desse número a família tem que utilizar os serviços de bota-fora. O município não se responsabiliza, principalmente, por entulhos nem restos de material de construção, e ou descarte de móveis velhos e eletrodomésticos, que é de responsabilidade do morador", completou.

AÇÃO - No próximo dia 2 de fevereiro, a prefeitura inicia a Operação "Todos Unidos: Várzea Grande contra a Dengue", que fará um pente fino nos bairros da cidade. O ponto de partida nessa data será no Parque do Lago, região do grande Cristo Rei, bairro apontado com altos índices de incidência do mosquito.

A varredura que contará com dezenas de agentes de endemias fazendo vistoria porta a porta, será reforçada por ações de suporte das secretarias de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, de Viação, Obras e Urbanismo, Meio Ambiente, das equipes da Administração Regional do Cristo Rei e do Departamento de Água e Esgoto (DAE), além é claro, da secretaria de Saúde.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo