Saúde

01/03/2018 17:14 Diário Da Serra

COM CRISE NA REGIÃO, ATENDIMENTO AUMENTA 30% EM TANGARÁ

Devido a crise financeira que assola o Estado de Mato Grosso, refletindo na falta de repasse para a Saúde e, consequentemente, fazendo hospitais públicos fecharem as portas na região, o atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará da Serra tem apresentado um aumento significativo no número de consultas médicas.


De acordo com o secretário municipal de Saúde, Itamar Bonfim, os registros revelam que mais de 30% de pacientes atendidos não são de Tangará da Serra. “Temos recebido nos últimos dias pacientes de toda a região, procurando tratamento aqui em Tangará da Serra. São pessoas vindo de Denise, Santo Afonso, Campo Novo, Arenápolis, Colniza, Juína, Brasnorte, entre outras cidades,


então é uma situação bem complicada”, relatou Itamar, destacando que além dos atendimentos de rotina, o número de partos de gestantes que residem fora de Tangará da Serra também tem aumentado.
“Só para ter uma ideia, de cem partos que são realizados, 30 são de mães de fora. As pacientes chegam aqui faltando poucos dias para ganhar o bebê e atualiza o cartão do SUS, mas a gente rastreia e descobre que a paciente não é de Tangará. Com o fechamento dos hospitais da região, a UPA vive completamente lotada de pacientes, o que nos causa preocupação”, relatou Bonfim.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo