Saúde

16/04/2018 13:35 Prefeitura de Várzea Grande

Caravana da Transformação inicia atendimento a população de Várzea Grande

Durante a abertura oficial da 13ª Edição da Caravana da Transformação, o governador Pedro Taques em companhia de prefeitos da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, dentre eles a prefeita Lucimar Sacre de Campos (Várzea Grande), Emanuel Pinheiro (Cuiabá) e Telma de Oliveira (Chapada dos Guimarães), percorreram nesta manhã (16), todos os espaços de atendimento na Arena Pantanal -Cuiabá, onde está sendo realizada a ação.

O programa é uma idealização do Governo do Estado de Mato Grosso , cujos atendimentos e realização de procedimentos cirúrgicos vão até o dia 10 de Maio. Nesta edição de Cuiabá estão previstos 22 mil atendimentos, entre consultas, exames, cirurgias de catarata, pterígio e yag laser entre outros procedimentos.

Para a prefeita Lucimar Campos, integrar ação do Sistema Único de Saúde onde grande número da população é atendida na sua necessidade básica, no caso, na saúde dos olhos, é de suma importância o que ajuda os municípios a minimizar as filas para os procedimentos que a Caravana da Transformação oferta. “Hoje aqui estamos percebendo que o número é bem maior do que a própria Rede SUS tem capacidade de ofertar, quem ganha é a nossa população idosa que poderá enxergar melhor nesta etapa da vida, dando mais qualidade de vida. As ações estão bem organizadas e acredito que todas as prefeituras reconhecem a importância do mutirão nesta especialidade, sendo esta uma grande ação de cidadania”, destacou.

Nesta edição foram reservados para o município de Várzea Grande 6.000 cadastros, destes 2.500 pessoas já estão aptas para realizarem os procedimentos, as demais estarão passando por consultas e avaliação.

Conforme explicou o secretário da pasta, Diógenes Marcondes, o cadastro da população de Várzea Grande foi realizado em cinco unidades de Saúde do município. “Durante vários dias, os pacientes procuraram as unidades e fizeram o agendamento das consultas e exames. A partir de agora eles serão atendidos no mutirão da Caravana da Transformação onde serão avaliados de forma criteriosa e a partir daí eles irão ou não se submeter à cirurgia ou outro tipo de procedimento. São pacientes acima de 55 anos e que apresentaram perda gradual da visão, em decorrência do envelhecimento natural do cristalino, ou então em decorrência de doenças como o diabetes”, explicou.

O secretário disse ainda que esse mutirão vai diminuir sobremaneira a demanda de cirurgia oftalmológica no município de Várzea Grande, contribuindo de forma positiva para setor de Saúde do município. Ele lembrou ainda que aqueles que não fizeram o cadastro e que queiram participar da ação poderão procurar o Centro de Especialidade Médicas em Saúde (Postão), ou as policlínicas do bairro Cristo Rei, Parque do Lago, Jardim Glória II, Marajoara e 24 de Dezembro, e no próprio local , no Centro de Eventos do Pantanal, onde o Governo vai manter pontos de regulação.

“Quem perdeu o prazo, ainda pode realizar também o pré-cadastro no ponto de regulação da Arena Pantanal até o próximo dia 27. O posto de atendimento está funcionando no Portão H, das 7h às 15h.Para fazer a regulação, basta ter mais de 55 anos e apresentar um documento de identidade com foto, comprovante de endereço atualizado e o Cartão do SUS. O paciente realiza um pré-cadastro e já sai com o encaminhamento para a consulta na Caravana, com data e horário de atendimento”, explicou o secretário alertando a população de Várzea Grande para se ater aos prazos.

A moradora do bairro Jardim Eldorado, Adelaride Vieira Teixeira, 77 anos, espera  pela operação de catarata. Ela conta que antes de vir para Várzea Grande morou por muitos anos na região rural e a distancia da região central impedia de fazer a consulta. “Depois que vim para a cidade já consultei várias vezes e agora estou esperando para fazer a cirurgia de catarata. Estou muito animada e confiante de que vou sair daqui enxergando bem melhor”, comemorou.

O motorista aposentado, Valdery Rodrigues da Silva, 60 anos, morador Jardim Marajoara, também estava ansioso pela consulta e por um exame para trocar de óculos. “Não tenho necessidade de fazer cirurgia, mas a minha visão é baixa por isso vim procurar a ação social para ver quantos graus estou agora e também para ver as condições da minha vista que pela idade, já esta cansada”.

Carmilândia Beatriz Batista de Arruda, 56 anos, moradora do Jardim Botânico, também aguardava pela consulta. “A minha vista esta meio turva por isso resolvi participar do mutirão. Talvez não precise de indicação cirúrgica, mas isso vai depender da aviação do médico. Vamos aguardar. Aqui o atendimento está bom,  rápido e todos são bem gentis”, pontuou.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a catarata é responsável por 47,8% de todos os casos de cegueira no mundo. Entre as pessoas com mais de 65 anos, quase metade sofre com o problema. Sendo assim, a causa mais comum para o surgimento da doença é o envelhecimento.

Além de moradores de Cuiabá, Várzea Grande, as de Acorizal, Barão de Melgaço, Chapada dos Guimarães, Jangada, Nova Brasilândia, Nossa Senhora do Livramento, Planalto da Serra, Poconé, Santo Antônio do Leverger, Rosário Oeste e Nobres também serão contemplados com a 13ª Edição.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo