Saúde

08/06/2018 16:52 OLHAR DIRETO

Prefeito afirma que Estado ainda deve R$ 40 milhões de repasses para a saúde

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, afirmou que o Governo do Estado ainda deve um repasse de cerca de R$ 40 milhões à Saúde do município. Emanuel afirmou que tem buscado alternativas para contornar esta situação, mas que a falta deste repasse causa um impacto nos serviços. O Governo do Estado confirmou a dívida, mas disse que os repasses têm sido feitos.

A dívida era de R$ 60 milhões, mas o prefeito afirmou que nos últimos 90 dias foram repassados R$ 20 milhões. No entanto, o valor restante ainda faz falta e Emanuel disse que tem buscado alternativas.
 
“Justiça seja feita, já abaixou, o Governo repassou cerca de R$ 20 milhões, baixando o passivo para R$ 40 mi a R$ 43 mi, o que ainda é muito alto. Cuiabá não tem condições de arcar com este passivo e está nos causando uma angústia muito grande, estamos sofrendo muito na saúde pública, está me fazendo buscar alternativas para poder humanizar a saúde, melhorar o atendimento e a vida das pessoas”.
 
O prefeito disse que entende o problema de caixa que o Governo do Estado vem enfrentando, mas lembrou que a população cobra a boa aplicação dos recursos públicos.
“Continuamos conversando com o governador, entendemos o problema de caixa que é nacional, a crise é nacional, mas temos que fazer o dever de casa porque temos 700 mil cuiabanos que esperam muito de nós e nós não podemos decepcioná-los”.
 
A Secretaria de Saúde de Mato Grosso confirmou que o Estado está devendo o município, mas afirmou que os pagamentos tem sido feitos aos poucos, inclusive dos valores pendentes, de acordo com o fluxo de caixa do Governo.
 
Em discurso em um evento público nesta terça-feira (5), o governador Pedro Taques sugeriu alterar o nome de trecho da MT-251, batizada de Emanuel Pinheiro em homenagem ao pai do prefeito da capital, assassinado em julho de 1974. No mesmo evento, Pinheiro respondeu que poderia batizar com o nome de Taques um novo cemitério e crematório planejado para Cuiabá.
O prefeito de Cuiabá garante que o episódio em nada arranhou a relação institucional que vinha mantendo com o governador desde janeiro de 2017, quando tomou posse no Palácio Alencastro. “Já conversamos, está tudo bem, Cuiabá está acima de tudo isso, temos uma excelente relação institucional. Nos damos muito bem”, garantiu Pinheiro, especificamente sobre a relação que mantém com o governador.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo