Saúde

26/06/2018 17:14 Diário Da Serra

TANGARÁ ENCERRA CAMPANHA COM 103% DE IMUNIZAÇÃO

Cerca de 45,8 milhões de pessoas, de um total de 54,4 milhões de todo o país, foram imunizadas durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, iniciada no dia 23 de abril. A campanha segue em algumas cidades que ainda tem estoque da vacina contra a gripe. 


Em Tangará da Serra, porém, a campanha foi oficialmente encerrada na última sexta-feira, dia 22 de junho, com 21.592 pessoas do público-alvo vacinadas na rede pública de saúde, totalizando 103% de imunização. “Aqui em Tangará da Serra nós atingimos uma meta superior a preconizada pelo Ministério [da Saúde], que é de 90%.

No geral nós vacinamos 103% da nossa meta, sendo que o grupo que teve uma média mais baixa foram as crianças com 94%. Então, mesmo as mais baixas, fomos superior a meta preconizada. Tangará, felizmente, alcançou uma média muito superior ao Estado e a nível nacional”, comemora a coordenadora da Vigilância Epidemiológica Juliana Herrero.


Quanto as vacina, Herrero afirma que não há sobra disponível, não podendo dessa forma abrir para outros grupos, como está acontecendo em algumas cidades do país. “Ainda existe uma quantidade mínima de vacinas, que é para algumas crianças que necessitam de segunda dose. Para o público em geral, para os outros grupos, em Tangará não será aberto, porque não temos vacinas disponíveis”.


Notificações – Tangará da Serra registrou neste ano 13 notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Desses, até o momento, a Vigilância Epidemiológica recebeu seis resultados, entre eles três resultados descartando qualquer tipo de influenza e três confirmando. Um confirmando Influenza A, pelo H3N2, outro caso de influenza B e o mais recente e publicado com exclusividade pelo Diário da Serra, de Influenza A, para H1N1. Desses, somente um foi a óbito – o Influenza B. “Então temos três tipos de influenza circulantes em Tangará este ano”.


Entretanto, apesar da confirmação de três diferentes tipos de Influenza em Tangará, Herrero afirma que a situação é de alerta, não para pânico. “Casos como esses temos todos os anos, principalmente porque a campanha inicia de forma tardia. Então acredito que o Ministério da Saúde precisa rever a data de iniciar a campanha (…) e acredito que se tivesse um comprometimento maior, entregando essa vacina antes, iniciando a campanha antes e entregasse a vacina no seu total, poderíamos ter evitado pelo menos um caso desses”.

Quase 5 mil pessoas se vacinaram na rede privada

Mais de 26,3 mil pessoas buscaram uma unidade de saúde em Tangará da Serra para se vacinar contra a gripe neste ano. Desse total, 4.777 foram imunizadas na rede privada de saúde – clínicas e drogarias – autorizadas a comercializar a vacina. 


Àqueles que ainda não se vacinaram, podem procurar uma unidade de saúde privada. Na Previnna, por exemplo, são mais de 300 doses disponíveis, das vacinas trivalente e tetravalente, e na Drogaria Conquista cerca de 50 doses da trivalente. Já os preços variam de R$ 100 a R$ 160. Nesses locais, a vacinação começou bem antes, logo no início de abril. 


Vale destacar que a vacina trivalente, possui duas cepas de vírus A (H1N1 e H3N2) e uma cepa de vírus B, e a vacina tetravalente (também chamada de quadrivalente), com duas cepas de vírus A e duas cepas de vírus B.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo