icon facebook icon twitter icon instagram

23 de Março de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

Terça-feira, 12 de Março de 2019, 11h:21 - A | A

Paciente que sofreu AVC está sem o atendimento de home care após governo de MT romper contrato com empresa

image

Uma paciente, de 39 anos, que está acamada desde que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) há oito anos, está sem atendimento de home care desde o dia 31 de janeiro. Isso ocorre porque o governo do estado rompeu o contrato com a empresa responsável pelo atendimento, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Enquanto isso, Simone Cabral dos Santos sob os cuidados da mãe dela, de 69 anos.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que o caso da paciente é complexo porque ela precisou passar por uma atualização de registro recentemente. A SES disse ainda que está elaborando o termo de referência para a contratação emergencial de uma empresa, mas não informou o prazo previsto para a retomada do serviço.

Quando o contrato com a empresa responsável pelo home care foi rompido, a paciente e outras sete pessoas do município ficaram sem o atendimento especializado. O serviço foi retomado para os outros pacientes há cerca de 15 dias, exceto para ela.

A pensionista Maria Cabral dos Santos, mãe de Simone, conta que os remédios que a filha precisa tomar foram doados por colegas, mas que já estão acabando. Além disso, ela tem problemas na coluna e foi proibida pelo médico de pegar peso.

“As coisas estão faltando e não tenho mais condições de comprar. O médico disse que minha coluna está inflamada e não posso mais pegar peso, mas o que vou fazer?”, lamentou.

Além disso, Maria disse que precisa cuidar de outro filho dela, de 43 anos, que também sofreu um AVC e precisa de cuidados especiais.

“Precisam colocar a mão na consciência. Eu já não sei o que fazer. O sofrimento não é só de uma pessoa”, ressaltou.

Imprimir
Comentários












Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




image