Variedades

08/01/2018 10:02 OLHAR DIRETO

Estudante de nutrição investe em venda de refeições 'veganas e saudáveis' em Cuiabá

Fazer a própria comida foi a saída encontrada por Caroline V. Martins, quando, aos dezesseis, deixou de consumir carne e precisou fugir dos cardápios preparados pela família, amigos e restaurantes. Hoje, vinte anos depois, em Cuiabá, ela se dedica aos estudos de nutrição, aos treinos de academia, e a vender refeições ‘VeganFit’ para ajudar pessoas que passam pela mesma situação.


“Quando comecei a me ‘aventurar’ na cozinha, posso dizer assim, eu já era vegetariana. Uma coisa trouxe a outra, afinal, eu tinha que me salvar ao ficar na mão dos outros que só cozinhavam com proteína animal”, contou ao Olhar Conceito. Segundo Caroline, o veganismo entrou em sua vida a partir da influência de amigos mais velhos que ela, que compartilhavam da mesma filosofia.


Segundo o ‘Vista-se’, maior portal vegano da América Latina, ser vegano é: “uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração e de crueldade contra animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade. Dos veganos junk food aos veganos crudívoros – e todos mais entre eles – há uma versão do veganismo para todos os gostos. (...)”.


A versão do veganismo de Caroline é a saudável. Como estuda nutrição e treina, ela se dedica a encontrar as melhores combinações com produtos minimamente processados e industrializados. “Uso só temperos naturais, azeite extra virgem, óleo de girassol e sal marinho. Priorizo alimentos integrais”, garante.

A venda dos cardápios começou depois de uma temporada que ela passou no Rio de Janeiro. Lá, fez cursos de culinária vegana e se formou em medicina chinesa (Shiatsu). “Amo cozinhar e faço isso desde os 17 anos. Vivo a alimentação saudável e sem carne há 20 anos. Comecei curso de nutrição, que na época só havia no período matutino, então fazer faculdade, cuidar de casa e trabalhar fora ficou bem complicado. Cansada de ter que comer a mesma comida por três vezes por dia, pensei, quer saber?! Vou vender minha dieta! (Mas no Rio eu já fazia poucas coisas para amigos em eventos, bem simples)”, lembra.


Hoje, Caroline produz refeições sob encomenda, e entrega uma vez por semana(geralmente às quintas ou sextas). “São refeições completas que acompanham uma sobremesa. O valor da completa é R$25, podendo haver alterações dependendo do prato mas geralmente é esse o valor. As embalagens vão ao micro-ondas ficando à critério do cliente por comodidade aquecê-las”, explica.


Segundo a empresária, o cardápio é variado, mas são priorizadas as proteínas “por ter mais atenção as pessoas que praticam atividade física”. Dentre as que fazem mais sucesso, estão a feijoada, a moqueca e o kibe (todos, obviamente, veganos).


Caroline recebe as encomendas via WhatsApp, e pede pelo menos dois dias de antecedência. Para o futuro, seu objetivo é começar a vender também mini refeições e lanches proteicos com baixo índice glicêmico.


Para ela, este é um “Momento de rever costumes, cultura, hábitos e até intolerâncias e pré-conceitos”, explica. “Nos esforçamos e optamos pelo menor impacto, pois a idéia de ser 100% [vegana] é bem difícil, lembrando que quase todos os cosméticos, medicações/remédios em fim são testados em animais (infelizmente). Existe uma lista de marcas que não fazem testes em animais. Coisa linda!”, finaliza.
Serviço
Vegan Fit
Informações e encomendas: (65) 99974-1474


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo