Variedades

08/10/2018 17:29 OLHAR Conceito

Cientistas e jornalistas chegam a Cáceres em expedição internacional pelo meio ambiente

Quinze profissionais, dentre cientistas, passageiros e jornalistas, chegam a Cáceres nesta terça-feira (9). Eles fazem parte da expedição internacional ‘Redescobrindo a América do Sul (Ascending South America), que percorre 6500 quilômetros do continente para lembrar sobre as ameaças ambientais e as mudanças climáticas.

De acordo com a assessoria, a expedição será recebida com uma grande festa na principal praça da cidade, e ficará por três dias, antes de seguir para Manaus (AM), onde será finalizada.


O projeto ‘Bichos do Pantanal’, que ata atua desde agosto de 2013 em Mato Grosso, é um dos apoiadores da expedição, que teve início no Rio de la Plata, em Buenos Aires, e continuou pelo Rio Paraná até a junção ao Rio Paraguai, agora vem seguindo todo o caminho até Mato Grosso, que abriga o Pantanal, maior planície pantaneira do mundo e habitat natural para quase mil espécies de animais.


Nesta terça-feira (9), a equipe completa 3400 quilômetros de viagem. De lá, os barcos serão transportados pela estrada até o Rio Guaporé, no município de Vila Bela da Santíssima. Serão 280 quilômetros até chegar próximo a riachos que fluem para os rios Paraguai e Paraná. Conforme o itinerário, saindo do Rio Guaporé, a expedição seguirá pelo Mamoré – rio compartilhado pela Bolívia e Brasil, cruzando pelo Rio Madeira, um dos maiores afluentes do Rio Amazonas até chegar ao destino final, o Rio Amazonas.


"Eles chegarão à praça central da cidade onde teremos uma festa de boas-vindas com apresentação musical. Também faremos o sorteio de estudantes de escolas públicas para que possam visitar as três embarcações infláveis que compõem a expedição. Essa é uma viagem também destinada a mostrar a beleza natural única dos rios e a fascinante diversidade de tradições culturais escondidas nas suas margens", afirma a diretora do Projeto Bichos do Pantanal, Jussara Utsch.


Ao término da expedição, os barcos passarão por uma ‘esterilização’, para que não haja riscos de contaminação, por meio de moluscos, entre as bacias hidrográficas visitadas pela equipe.


O Projeto Bichos do Pantanal é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, e realizado pelo Instituto Sustentar de Responsabilidade Socioambiental.  Seu foco está em três pilares de ação: a conservação da biodiversidade, a educação ambiental e o desenvolvimento local. Para saber mais, acesse: www.bichosdopantanal.org 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo