23 de Maio de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

Terça-feira, 23 de Abril de 2019, 16h:10 - A | A

Pesque- Pague do Jango reúne diversão e lazer em um só lugar

Regina Botelho

Da Redação  

Calma, silêncio, tranquilidade. Essas palavras são sempre buscadas por quem vive na correria do dia a dia e não consegue ter nenhum momento de serenidade durante a rotina. De olho nesse público, o Pesque e Pague do Jango é uma boa pedida para quem gosta de pescar, descansar, ter momentos de lazer e aproveitar o lado bom da vida.

Localizado a 15 quilômetros de Cuiabá, o Pesque Pague do Jango-Pesca, existe há 17 anos e atua como pesqueiro e pousada e é uma opção para quem quer tudo isso em um só lugar e está á menos de 30 Km da capital. O nome do espaço é uma homenagem ao pai de Gilberto Carlos de Oliveira, que acabou herdando também o apelido. Jango e a esposa, Ângela Maris Figueroa Oliveira, sempre atuaram como empresários. Ele como consultor e ela no ramo de restaurante.

A busca por uma rotina menos estressante levou o casal ao negócio na propriedade da família, onde já tinham construído tanques e recebiam os amigos. A casa pertencente à família se transformou em um grande casarão, que abriu as portas para ser alugado para clientes passarem o dia ou final de semana com a família. O negócio deu certo e hoje é frequentado centenas de pessoas.

O Pesque e Pague do Jango prioriza a natureza em sua elegância, para oferecer o melhor refúgio aos seus clientes. A pousada já foi sede de eventos como corrida, corrida de bike, confraternizações, aniversários, casamentos e torneios de pesca. Segundo a proprietária Ângela Oliveira além dos tanques para as modalidades de pesca, quem vai até o local encontra uma ótima estrutura para passar um dia delicioso cercado de muito verde, animais nativos e muito ar puro. A estrutura tem 10 suítes nas opções dupla, tripla para casal e para grupos com capacidade para até cinco pessoas, todas equipadas com tv e ar-condicionado que comportam até 31 pessoas. 

Cinco tanques para pesca esportiva, 02 piscinas (uma de  água quente outra normal), banho de espuma na piscina aos fins de semana e feriados, além do pesque e solte. Em 2019, está construído um rio artificial com cachoeira que será entregue nos próximos meses.   Pesque e solte   A prática de pescaria no pesqueiro é esportiva, ou seja, pescar e soltar os peixes. Antes de devolvê-los para o tanque, os pescadores pesam, medem e os fotografam.  Porém, caso o cliente tenha interesse em levar o peixe é permitido, todavia é cobrado pelo quilo do peixe.

“Quanto maior o peixe mais caro o quilo, porque a intenção realmente é dificultar a saída do peixe do nosso açude, justamente para ele ficar enorme em seu habitat e, posteriormente, a pesca ser mais emocionante pela possibilidade de pegar um peixão”, justifica a empresária. Ela revela que nos tanques existe tem tambacu de 28 quilos, pacú de 10 quilos e pintado de 15 quilos, e várias outras espécies. “ Não é conversa de pescador!!! Caso queira conferir e confirmar nossa história, venha curtir seu final de semana aqui no Pesque Pague Jango”. Entre as espécies podem ser pescados peixes como pintado, pacú, tambaqui, pirarara, tambacu, Jaú, cachapira, tabatinga, dourado, matrinxã, piau sul, entre outros. Na gastronomia, é oferecido delicioso cardápio, composto por comidas típicas da culinária cuiabana no sistema self servisse e buffet com grande variedade de carnes, peixes e saladas, incluindo saborosa sobremesa.  

Mais informações: A pousada está localizada na Rodovia Arquimedes Helder Cândia, km 07. (65) 9.92898755 César e (65) 9.8479 1202/ Jeniffer

Imprimir

RÁDIO

Coletiva Santa Casa

Áudios da coletiva sobre a Santa Casa

image